Bolsa de NY fecha em alta com acordo sobre Grécia

Dados divulgados nos EUA foram mistos: número de pedidos de auxílio-desemprego cresceu na semana passada, enquanto o índice de atividade do Fed de Filadélfia superou as previsões

Renato Martins, da Agência Estado ,

21 de julho de 2011 | 18h41

O mercado norte-americano de ações fechou em alta forte. O apetite dos investidores por ativos de risco cresceu em reação ao plano da União Europeia para resolver a questão da dívida da Grécia e com a expectativa de um acordo político sobre o Orçamento dos EUA. Os indicadores divulgados nos EUA nesta quinta-feira foram mistos: o número de pedidos de auxílio-desemprego cresceu na semana passada, enquanto o índice de atividade do Fed de Filadélfia superou as previsões.

"Não são as más notícias, nem as boas notícias. É a incerteza. Assim que se torna evidente que pode haver um acordo sobre o Orçamento, os traders se descongelam", comentou Steve Quirk, da TD Ameritrade.

Das 30 componentes do índice Dow Jones, 29 ações fecharam em alta. A exceção foi Intel, com queda de 0,78%; a empresa havia divulgado resultados do segundo trimestre ontem depois do fechamento. Entre os destaques positivos estavam Bank of America (3,86%), Disney (3,51%), Cisco Systems (3,35%), JPMorgan Chase (3,25%) e Hewlett-Packard (2,69%). As ações da Microsoft, que divulgaria resultados depois do fechamento, subiram 0,13%.

As ações do Morgan Stanley subiram 11,42%, em reação a seu informe de resultados; as da Genworth Financial caíram 13,31%, depois de a empresa alertar que espera registrar prejuízo no segundo trimestre. As ações da Medco Health Solutions subiram 14,43%, em reação ao anúncio de que a empresa será comprada pela Express Scripts por US$ 29,1 bilhões; as ações da Express Scripts subiram 5,36%. As ações da PepsiCo, que divulgou resultados, caíram 3,36%.

O índice Dow Jones fechou em alta de 152,50 pontos (1,21%), em 12.724,41 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 20,20 pontos (0,72%), em 2.834,43 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 17,96 pontos (1,35%), em 1.343,80 pontos. O NYSE Composite fechou em alta de 129,62 pontos (1,57%), em 8.411,45 pontos. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.