Bolsa de NY fecha em alta, com índice em novo recorde

O mercado norte-americano de ações fechou em alta, com o índice Dow Jones estabelecendo nível recorde de fechamento pelo terceiro dia consecutivo, tendo alcançado também um novo recorde de pontos durante o pregão. Além disso, o S&P-500 fechou no nível mais alto desde fevereiro de 2001. Segundo operadores, o sentimento dos investidores continua positivo, o que permitiu que o mercado mantivesse o impulso de alta, mesmo diante das altas do petróleo, do ouro e dos juros dos títulos do Tesouro. Ações Entre as componentes do Dow Jones, os destaques foram Caterpillar, que avançou 4,12%, Altria Group, com alta de 1,95%, e Alcoa, que subiu 1,51%. As ações da Wal-Mart caíram 2,30%, depois de a empresa dar um informe decepcionante sobre suas vendas em setembro. As ações do setor siderúrgico subiram, em meio a especulações sobre novas fusões no setor (US Steel registrou ganho de 8,4% e Nucor teve acréscimo de 6,6%). No setor automotivo, as ações da Ford caíram 2,69%, após analistas mostrarem pessimismo quanto a possíveis conversações para uma aliança com o grupo Renault/Nissan (elas haviam subido 4% ontem, quando foi anunciado o fim das negociações entre Renault e GM). As ações da operadora de prisões Corrections Corp. of America subiram 8,1%, depois de o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, declarar estado de emergência no sistema prisional do Estado, por causa de superlotação dos presídios; a medida permite à Califórnia contratar instalações em outros Estados para abrigar seus presos. Um destaque do pregão foi Berkshire Hathaway, a ação mais cara dos mercados norte-americanos. As ações classe A da empresa controlada por Warren Buffett subiram 1,3% e fecharam a US$ 98.995, nível mais alto de todos os tempos, depois de terem superado durante o pregão, pela primeira vez, a marca dos US$ 100 mil. Em junho, havia apenas 1,13 milhão de ações classe A da Berkshire Hathaway, das quais Buffet possuía 498.320. A empresa é um veículo para investimentos que no fim de 2005 controlava 12,2% da American Express, 18% do Washington Post, 5,7% do banco Wells Fargo e 0,5% da Wal-Mart, embora a maior parte de seus ativos, que incluem 45 empresas, estejam no setor de seguros. Índices O índice Dow Jones fechou em alta de 16,08 pontos, ou 0,14%, em 11.866,69 pontos. A mínima foi em 11.821,23 pontos e a máxima em 11.870,06 pontos. O Nasdaq encerrou com ganho de 15,39 pontos, ou 0,67%, em 2.306,34 pontos, com mínima em 2.287,61 pontos e máxima em 2.306,35 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 3,00 pontos, ou 0,22%, para 1.353,22 pontos. O Nyse Composite, que reúne todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), avançou 31,81 pontos, ou 0,37%, para 8.570,48 pontos. O volume negociado na Nyse ficou em 1,750 bilhão de ações, de 1,872 bilhão ontem; 2.248 ações subiram, 1.065 caíram e 154 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume ficou em 1,991 bilhão de ações negociadas, de 2,216 bilhões ontem, com 2.066 ações fechando em alta e 946 em queda. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2006 | 18h57

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.