Bolsa de NY fecha em alta, com queda do petróleo

O mercado norte-americano de ações fechou em alta, em reação à queda dos preços do petróleo e a notícias positivas sobre empresas. "Na semana passada, vimos o mercado reagir a indicadores fracos do setor de moradia. Hoje, o mercado reagiu positivamente à queda forte dos preços do petróleo, mas a perspectiva para a economia ainda é suspeita", comentou Joe Battipaglia, da Ryan Beck & Co. Os volumes superaram os da sexta-feira, mas continuaram reduzidos. Entre as componentes do índice Dow Jones, o destaque foi Intel, com alta de 2,54%, depois de a Friedman Billings & Ramsey elevar sua recomendação. As da Wal-Mart avançaram 1,25%, em reação a seu informe de vendas de agosto. As ações de empresas relacionadas ao setor de moradia subiram, recuperando terreno depois das quedas fortes da semana passada; entre elas, os destaques foram Sherwin-Williams, da área de tintas (+1,8%), Countrywide Financial, da área de crédito hipotecário (+3,5%), e as das construtoras NVR (+2,4%) e Toll Brothers (+1,3%). As do setor hoteleiro, que haviam caído muito em reação aos últimos alertas antiterrorismo, recuperaram terreno (Hilton Hotels +3,2%, Choice Hotels International +5,1%, Starwood Hotels & Resorts +2,2%). As do setor de petróleo caíram, em reação à baixa dos preços do produto (Exxon Mobil -0,47%, Valero -3,22%, Tidewater -4%). No setor de internet, as ações da Google subiram 2,06% e as da eBay avançaram 1,94%, depois de as duas empresas assinarem um acordo para evitar concorrência desnecessária; as da Amazon.com avançaram 3,1%, depois de a empresa anunciar um programa de recompra de ações. O índice Dow Jones fechou em alta de 67,96 pontos (0,60%), em 11.352,01 pontos. A mínima foi em 11.273,49 pontos e a máxima em 11.387,79 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 20,41 pontos (0,95%), em 2.160,70 pontos, com mínima em 2.139,57 pontos e máxima em 2.164,22 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 6,69 pontos (0,52%), para 1.301,78 pontos. O NYSE Composite subiu 41,15 pontos (0,49%), para 8.359,18 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,167 bilhão de ações, de 1,072 bilhão na sexta-feira; 2.348 ações subiram, 988 caíram e 138 fecharam nos mesmos níveis da sexta-feira. No Nasdaq, o volume alcançou 1,379 bilhão de ações negociadas, de 1,324 bilhão na sexta-feira, com 1.927 ações fechando em alta e 1.088 em queda. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2006 | 18h45

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.