Bolsa de NY fecha em alta em dia de fusões

O mercado norte-americano de ações fechou em alta, em dia marcado por anúncios de fusões e aquisições. O noticiário sobre fusões "provavelmente ajudou a dar um impulso de alta a um mercado que ainda teme uma possível decisão agressiva do Fed (Federal Reserve, banco central dos EUA)", comentou Michael Panzner, da Collins Stewart. No setor de mineração, as ações da Phelps Dodge caíram 10%, as da Inco subiram 10% e as da Falconbridge avançaram 5,1%; a Phelps Dodge anunciou um acordo para a compra das duas empresas canadenses por cerca de US$ 37 bilhões, fora US$ 3 bilhões em dívidas (com base nos preços de fechamento das ações na última sexta-feira). No setor farmacêutico, as ações da Pfizer subiram 1,6% e as da Johnson & Johnson caíram 1,8%; a J&J concordou em comprar a divisão de produtos de saúde para consumidores por US$ 16,6 bilhões. No setor siderúrgico, os ADRs (recibos negociados nos EUA) da indiana Mittal Steel caíram 2,4%, depois de a empresa anunciar um acordo para comprar a Arcelor, sediada em Luxemburgo, por US$ 33,8 bilhões em dinheiro e ações. No setor de mídia, as ações da Sirius Satellite Radio subiram 5,2% e as da XM Satellite Radio Holdings avançaram 6,8%, depois de a Sirius dizer que está interessada em comprar a rival. No setor de tecnologia, as ações da Microsoft subiram 1,4%; a empresa deve anunciar uma linha de produtos para telefonia corporativa. As da Intel avançaram 1,6%, depois de a empresa lançar a esperada série de chips Xeon 5100 para o mercado de servidores. As ações da rival AMD caíram 1,8%. As ações da holding Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, recuaram 0,65%, depois de Buffett anunciar que vai doar 85% de suas ações à instituição de caridade Bill & Melinda Gates Foundation. O índice Dow Jones fechou em alta de 56,19 pontos (0,51%), em 11.045,28 pontos. A mínima foi em 10.973,72 pontos e a máxima em 11.048,72 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 12,20 pontos (0,58%), em 2.133,67 pontos, com mínima em 2.121,47 pontos e máxima em 2.135,71 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 6,06 pontos (0,49%), para 1.250,56 pontos. O NYSE Composite avançou 42,17 pontos (0,53%), para 7.966,79 pontos. O volume negociado na NYSE ficou em 1,349 bilhão de ações de 1,416 bilhão na sexta-feira; 2.083 ações subiram, 1.232 caíram e 146 fecharam nos mesmos níveis da sexta-feira. No Nasdaq, o volume ficou em 1,412 bilhão de ações negociadas, de 1,598 bilhão na sexta-feira, com 1.861 ações fechando em alta e 1.197 em queda.

Agencia Estado,

26 de junho de 2006 | 18h15

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.