Bolsa de NY inverte sinal e fecha com leve perda

O mercado norte-americano de ações fechou em baixa, revertendo o entusiasmo mostrado pelos investidores pela manhã, depois da divulgação dos dados do nível de emprego dos EUA em julho. O número de empregos criados ficou abaixo das previsões, alimentando as expectativas de que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) não eleve as taxas de juro na reunião da próxima terça-feira. Mais tarde, porém, prevaleceu o temor de que a desaceleração da economia dos EUA tenha impacto na receita e nos lucros das empresas. "Não demorou para as pessoas perceberem que um crescimento econômico menor do que se esperava se traduziria em crescimento menor nos lucros, e o movimento de vendas começou aí. Ainda assim, eu pensava que teríamos um bom dia. O fato de não termos conseguido pode mostrar uma debilidade real no sentimento dos investidores neste momento", comentou o estrategista-chefe da CyberTrader, Ken Tower. Entre as ações listadas no Nasdaq, as da Apple Computer fecharam em queda de 1,9%, depois de terem chegado a cair 6,7%, em reação ao informe de que uma revisão em seu programa de concessão de opções de ações para altos funcionários da empresa mostrou "irregularidades adicionais", que poderão levar a companhia a reapresentar seus informes de resultados financeiros. As ações da fabricante de equipamentos médicos Kinetic Concepts caíram 41%, depois de um tribunal decidir que um produto da concorrente BlueSky Medical não infringe suas patentes. As da controladora de universidades Career Education caíram 29%, em reação a seu informe de resultados. As da DreamWorks Animation subiram 1,5%, depois de a empresa divulgar resultados. As ações da Chicago Mercantile Exchange subiram 6%, em reação à notícia de que elas passarão a compor o S&P-500 (no lugar de Kerr-McGeen, que está sendo comprada pela Anadarko Petroleum). O índice Dow Jones fechou em queda de 2,24 pontos (0,02%), em 11.240,35 pontos. A mínima foi em 11.187,36 pontos e a máxima em 11.344,17 pontos. O Nasdaq fechou em baixa de 7,29 pontos (0,35%), em 2.085,05 pontos, com mínima em 2.068,80 pontos e máxima em 2.119,01 pontos. O Standard & Poor's-500 recuou 0,91 ponto (0,07%), para 1.279,36 pontos. O NYSE Composite subiu 8,48 pontos (0,10%), para 8.270,92 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,731 bilhão de ações, de 1,667 bilhão ontem; 1.871 ações subiram, 1.452 caíram e 139 fecharam no mesmo nível de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 1,885 bilhão de ações negociadas, de 1,853 bilhão ontem, com 1.284 ações fechando em alta e 1.706 em queda. Na semana, o Dow Jones acumulou uma alta de 0,18%, o Nasdaq, uma queda de 0,43% e o S&P-500, uma alta de 0,06%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.