Bolsa de NY muda de direção e termina com perda

O mercado norte-americano de ações encerrou o primeiro pregão do quarto trimestre com os principais índices em baixa. Pela terceira vez consecutiva, o Dow Jones voltou a superar durante o dia seu recorde de fechamento de 11,722,98 pontos, estabelecido em 14 de janeiro de 2000, mas mostrou-se incapaz de sustentar aquele nível. "Tivemos alguns indicadores econômicos, mas isso não pareceu determinar o comportamento do mercado. Acho que as questões que estão ressoando mais entre os investidores são a extensão da desaceleração econômica, se os preços da energia continuarão a cair e se os lucros das empresas no terceiro trimestre serão tão fortes como se prevê. A incapacidade de responder a essas perguntas pode levar o mercado a mudar de direção sem motivo, como aconteceu hoje", comentou o estrategista-chefe da McDonald Investments, John Caldwell. Ações Entre os destaques do pregão estavam as ações de empresas envolvidas em fusões e aquisições. No setor farmacêutico, as ações da Myogen subiram 47%, em reação ao acordo para a compra da empresa pela Gilead Sciences por US$ 2,5 bilhões; as da Gilead caíram 6,5%. As da operadora de cassinos Harrah's Entertainment avançaram 14%, depois de a empresa confirmar que recebeu uma oferta de US$ 15,1 bilhões do Texas Pacific Group e da Apollo Management. Isso beneficiou outras ações do setor, como MGM Mirage, que avançou 3%, Station Casinos, com alta de 3,9%, e Penn National Gaming, que registrou valorização de 2%. No setor de comércio varejista, as ações da Wal-Mart caíram 1,8%, depois de a empresa indicar que suas vendas ficarão abaixo das previsões em setembro. No setor de tecnologia, as ações da Apple Computer perderam 2,7%, depois de rebaixamento de recomendação pelo Citigroup. As da Hewlett-Packard subiram 2,6%, continuando a recuperar-se das quedas fortes provocadas por um escândalo de espionagem. No setor aeroespacial, as ações da Boeing ganharam 1,4%, depois de a empresa nomear um novo vice-presidente de vendas para a divisão de aviões comerciais. Índices O índice Dow Jones fechou em queda de 8,72 pontos, ou 0,07%, em 11.670,35 pontos. A mínima foi em 11.662,98 pontos e a máxima em 11.726,94 pontos. O Nasdaq encerrou em baixa de 20,83 pontos, ou 0,92%, em 2.237,60 pontos, com mínima em 2.235,68 pontos e máxima em 2.262,67 pontos. O Standard & Poor's-500 caiu 4,53 pontos, ou 0,34%, para 1.331,32 pontos. O Nyse Composite, que reúne todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), recuou 8,27 pontos, ou 0,10%, para 8.461,38 pontos. O volume negociado na Nyse ficou em 1,383 bilhão de ações, de 1,472 bilhão na sexta-feira; 1.483 ações subiram, 1.817 caíram e 178 fecharam nos mesmos níveis da sexta-feira. No Nasdaq, o volume ficou em 1,840 bilhão de ações negociadas, de 1,863 bilhão na sexta-feira, com 1.000 ações fechando em alta e 2.035 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.