Bolsa de NY segue em baixa; Dow Jones cai 0,79%

Os principais índices do mercado de ações norte-americano seguem em baixa, mas acima das mínimas do dia, pressionados pela deterioração da confiança do consumidor nos EUA e sentimento geral de aversão ao risco. Todos os setores oscilam em baixa, com matérias-primas (commodities) e energia sofrendo a maior pressão de venda: Alcoa -2,73%, Caterpillar -2,14%, Chevron -1,19% e Exxon -0,47%. O setor de tecnologia também registra perdas acentuadas: Intel -2,30%, Microsoft -1,29% e Amazon.com -0,42%.

Suzi Katzumata, da, Agência Estado

23 de fevereiro de 2010 | 17h44

As ações do setor de consumo registram um desempenho melhor, depois da rodada de balanços desta manhã: Home Depot +1,88%, Kraft Foods +1,00% e McDonald''s +0,39%.

Nos mercados de commodities de Nova York, os contratos de petróleo para abril caíram US$ 1,45 (1,81%) e fecharam a US$ 78,86 por barril. Os contratos de cobre para maio recuaram US$ 0,0940 (2,82%) e fecharam a US$ 3,2345 por libra peso.

Às 17h36 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 81 pontos (-0,79%), o Nasdaq recuava 24 pontos (-1,11%) e o S&P-500 registrava uma queda de 11 pontos (-1,04%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Dow Jones, Nasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.