Bolsa de NY sobe após balanço da IBM e fala de Obama

Dow Jones fechou em alta de 1,63%, Nasdaq subiu 2,22% e o S&P-500 registrou ganho de 1,63%

Renato Martins, da Agência Estado ,

19 de julho de 2011 | 17h53

O mercado norte-americano de ações fechou em alta forte, com o índice Dow Jones registrando seu maior ganho em pontos desde dezembro de 2010. O mercado reagiu a informes de resultados de empresas e ao otimismo manifestado pelo presidente Barack Obama quanto a um plano de redução de dívida sendo discutido no Senado dos EUA.

Para Ted Weisberg, presidente da Seaport Securities, "não há dúvida de que o jogo político sobre o déficit pesou no sentimento do investidor. Obama deve ter dado a impressão de que isso será resolvido, de uma maneira ou de outra". "Se podemos remover parte dessa incerteza política quanto à macroeconomia, há alguns fundamentos que não parecem ruins, tais como lucros extremamente fortes das empresas", comentou o estrategista Stephen Wood, da Russell Investments.

O destaque do pregão foi IBM, com alta de 5,67%, em reação a seu informe de resultados do segundo trimestre. A alta das ações da IBM respondeu por 75 pontos no avanço do Dow Jones. Apenas três componentes do Dow fecharam em baixa: Johnson & Johnson -0,55%, após a divulgação de seu balanço, Bank of America - 1,54%, também em reação a seu balanço, e 3M -0,35%. As ações da Coca-Cola, que também divulgou resultados, subiram 3,28%. Entre os destaques positivos também estavam Microsoft (+3,57%), Intel (+3,50%), Disney (+2,04%), Alcoa (+1,78%), Caterpillar (+1,71%) e Hewlett-Packard (+1,68%).

Entre as ações de empresas que divulgaram resultados também estavam Harley Davidson (+8,94%) e Goldman Sachs (-0,65%). Entre as empresas que divulgariam resultados depois do fechamento estavam Apple (+0,82%) e Yahoo! (+1,18%).

As ações das construtoras de casas subiram, em reação ao indicador de construções de moradias iniciadas em junho, que superou as previsões (Lennar +6,62%, DR Horton +5,67%). Em dia marcado pelo depoimento de seu CEO, Rupert Murdoch, no Parlamento Britânico, sobre o escândalo de escuta telefônica envolvendo um de seus jornais, as ações da News Corp. subiram 5,51%, recuperando terreno depois das quedas recentes.

O índice Dow Jones fechou em alta de 202,26 pontos (1,63%), em 12.587,42 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 61,41 pontos (2,22%), em 2.826,52 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 21,29 pontos (1,63%), em 1.326,73 pontos. O NYSE Composite fechou em alta de 118,85 pontos (1,46%), em 8.254,38 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaqObamaIBM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.