Bolsa de NY sobe com fim de incerteza sobre juros

O núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI) de maio pode ter vindo acima do esperado, mas, pelo menos, acabou com o "guessing game" - o jogo de adivinhação - e consolidou a previsão de que haverá um aperto monetário de 0,25 ponto percentual da taxa dos Fed Funds em 29 de junho. Segundo a CNN, o fim da incerteza era o motivo por trás dos ganhos no mercado acionário norte-americano, o que coloca em segundo plano, pelo menos neste instante, a preocupação sobre o impacto dos juros mais altos nos lucros das companhias. O Dow Jones operava com alta de 0,55%, voltando ao positivo no acumulado do ano, e o Nasdaq subia 0,54%, às 12h26 (de Brasília). No entanto, ambos desaceleravam os ganhos. O Dow Jones já chegou a subir 0,84% e o Nasdaq, 0,91% na sessão de hoje. O núcleo do CPI subiu 0,3% em maio, superando a alta de 0,2% prevista por economistas. Mas o índice cheio avançou 0,4%, em linha com os prognósticos. Além da leitura amena para o CPI, algumas companhias individuais davam contribuições significativas para os ganhos. As ações da Intel eram negociadas em alta de 3,50%, após ter sua recomendação elevada pelo Goldman Sachs de "em linha" para "outperform" (acima do média do mercado), considerando que a valoração dos papéis estão razoáveis e indicando ganhos futuros. A corretora elevou também sua recomendação para a Advanced Micro Devices, cujas ações ganharam 3,57%. Os papéis da Boeing subiam 5%, reagindo também a uma elevação da recomendação da Goldman Sachs para a empresa e o restante do setor aeroespacial comercial norte-americanos. Os investidores também respondiam às más notícias vindas da EADS-Airbus, que informou que adiará o programa de entrega de seus super jatos A380. Para a Boeing, o atraso pode sinalizar algumas oportunidades, já que pode trazer encomendas que eram destinadas à concorrente. O volume negociado das ações da Boeing era de 4,9 milhões de papéis até o início da tarde, ante uma movimentação média diária de 3,7 milhões de ações. O Goldman Sachs elevou a recomendação para o setor de cautela para compra, observando que há uma abundância de capital de custo baixo disponível para compras de novas aeronaves. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.