Bolsa de NY sobe com ganhos da Boeing e anúncio do Fed

Os ganhos apresentados pelos balanços da Caterpillar e Boeing compensaram a queda do lucro da Apple no segundo trimestre. Junto com as expectativas criadas com os novos estímulos do Federal Reserve (FED), ajudaram a bolsa de Nova York a registrar seus primeiros ganhos nesta quarta-feira após quatro sessões consecutivas de quedas.

TALITA FERNANDES, Agencia Estado

25 de julho de 2012 | 16h35

O The Wall Street Journal informou que as autoridades do FED estão dando novos passos para estimular as contratações e outras atividades. "Toda vez que o Fed indica que eles estão prontos e vão injetar dinheiro, os investidores antecipam a compra de ações", disse Kenny Polcari, diretor-gerente da New York Corporates iCap Corporates.

Às 16h00 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,90%, aos 114,81 pontos, o Standard & Poor''s 500 estava em alta de 3,7%, aos 4,99 pontos e a Nasdaq registrava ganhos de 0,18% aos 5,21 pontos. O setor de telecomunicações subia liderada pela alta de 2,4% nas ações da maior empresa de telefonia norte-americana AT&T. O setor de tecnologia registrou perdas após a queda de 3,6% nas ações da Apple, maior empresa do setor por mercado de capitalização.

As ações da Apple chegaram a despencar 4,5% no pré-mercado depois de a gigante do setor de eletrônicos divulgar lucro e receita - referentes ao seu terceiro trimestre fiscal - abaixo das estimativas dos analistas, principalmente por causa das vendas relativamente fracas do iPhone. Esta foi apenas a segunda vez nos últimos 39 trimestres que o desempenho da Apple frustrou as expectativas.

As ações da Boeing subiram 3,3% após a fabricante registrar resultados acima do esperado para o trimestre passado e ter informado aumento nas projeções de lucro para o ano. Já as ações da Caterpillar registraram alta de 1,9% depois de a fabricante de maquinários também ter registrado alta nos ganhos e superar as expectativas para o último período. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.