Bolsa de NY tem ritmo incerto após recorde do Dow Jones

Os índices referenciais de Wall Street exibem um comportamento incerto hoje, com o Dow Jones perdendo o ímpeto após ter cruzado o seu nível máximo histórico de fechamento. Às 12h18 (de Brasília), o índice subia 0,03%, para 11.692 pontos. O índice chegou a 11.724,9 pontos, superando o patamar dos 11.722,98 pontos de seu fechamento em 14 de janeiro de 2000. No entanto, o índice ainda não superou o recorde histórico durante o pregão de 11.750,28 pontos, fixado também no dia 14 de janeiro de 2000. O S&P 500 tocou a máxima de 1.339,73 pontos, mas virou e cedia 0,01%, para 1.336,01. O Nasdaq perdia 0,03%, para 2.262 pontos. O levantamento revisado do Produto Interno Bruto no segundo trimestre, provavelmente, só deve alimentar o debate sobre se a economia caminha para um pouso suave ou uma aterrissagem brusca. Para os investidores em ações, no entanto, "depende de como o investidor estiver inclinado a olhar o copo: como metade cheio ou metade vazio", refletiu o diretor de negócios da Ryan Beck & Co, Jay Süskind. "O relatório do PIB pode ser lido tanto como um sinal de que a economia está em processo de pouso suave, como em aterrissagem brusca", completou. Süskind lembrou que o ímpeto do mercado continuava sendo de alta, com os negócios de "window dressing" ajudando a dar suporte para o Dow Jones. "Window dressing" é uma prática adotada pelos gestores dos fundos de investimento para melhorar as suas carteiras em períodos de divulgação de informação para seus clientes. Pelo processo, os fundos ampliam as compras de ações com performances positivas, desovando papéis com resultados negativos. Amanhã, é o último dia útil do terceiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 12h22

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.