Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Bolsa de NY volta a subir e MasterCard estréia bem

O mercado norte-americano de ações fechou em alta pelo segundo dia consecutivo. Na véspera de seu 110º aniversário, o índice Dow Jones fechou quase na máxima do dia.Segundo o analista Malcolm Polley, da S&T Wealth Management, grande parte da alta teve a ver com os indicadores divulgados pela manhã. "O PIB do primeiro trimestre ficou um pouco mais fraco do que se previa, mas ainda forte. Em conjunção com os dados relativamente benignos de inflação contidos nos números do PIB, pode estar havendo um alívio das preocupações com a possibilidade de o Fed (Federal Reserve, banco central dos EUA) estar sendo agressivo demais nas elevações das taxas de juro", disse Polley. Entre os destaques do pregão estava a estréia das ações da MasterCard, que fecharam 18% acima do preço da oferta inicial. No setor de internet, as ações da Ebay subiram 12,25% e as da Yahoo avançaram 3,55%, depois de as duas empresas anunciarem uma parceria centrada em publicidade e pagamentos; as ações da Google tiveram uma alta de 0,39%. As da Vonage, que haviam caído 13% ontem, em seu dia de estréia, perderam mais 12,5% hoje. Entre as componentes do Dow Jones, as ações da General Motors subiram 5,24%, depois de o jornal Detroit News informar que mais de 20 mil trabalhadores da empresa já aceitaram propostas de aposentadoria precoce, ultrapassando as metas. Ontem, as ações da GM haviam subido 8,3%, depois de a Merrill Lynch prever que um grande número de funcionários da companhia aceitaria as propostas. As ações da Wal-Mart subiram 3,00%, depois de elevação de recomendação pelos analistas da Banc of America Securities. As da Microsoft avançaram 1,02%, depois de o Wall Street Journal informar que sua subsidiária MSN está negociando a compra de uma empresa que produz publicidade para os sites de vários provedores de conteúdo para celulares. Outros destaques foram Motorola (+3,09%), Alcoa (+2,06%) e Exxon Mobil (+2,43%). O índice Dow Jones fechou em alta de 93,73 pontos (0,84%), em 11.211,05 pontos. A mínima foi em 11.114,96 pontos e a máxima em 11.214,98 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 29,07 pontos (1,34%), em 2.198,24 pontos, com mínima em 2.174,24 pontos e máxima em 2.198,58 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 14,31 pontos (1,14%), para 1.272,88 pontos. O NYSE Composite avançou 124,47 pontos (1,54%), para 8.187,40 pontos. O volume negociado na NYSE ficou em 1,742 bilhão de ações, de 2,272 bilhões ontem; 2.571 ações subiram, 739 caíram e 137 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume ficou em 2,027 bilhões de ações negociadas, de 2,627 bilhões ontem, com 2.229 ações fechando em alta e 796 em queda.

Agencia Estado,

25 de maio de 2006 | 18h33

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.