Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bolsa de Seul cai 4,2% com morte de líder norte-coreano

A notícia da morte do líder norte-coreano Kim Jong-il fez despencar a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul. O índice Kospi opera em queda de 4,2%, aos 1.763,49 pontos, o menor nível desde meados de outubro.

DOW JONES, Agencia Estado

19 de dezembro de 2011 | 01h56

Analistas disseram que o impacto da inesperada notícia é difícil de prever e ainda não está claro por quanto tempo o mercado de ações será afetado, já que o processo de sucessão do ditador da Coreia da Norte parece incompleto. "O que posso dizer agora é que o choque sobre o mercado será inevitável a curto prazo", afirmou Bae Sung-young, analista da Hyundai Securities, ao acrescentar que "os riscos para a Coreia do Sul estão novamente em foco".

Autoridades sul-coreanas vão monitorar de perto a volatilidade do mercado financeiro, afirmou o vice-ministro das Finanças, Choi Jong-ku. Segundo ele, haverá uma reunião no ministério nesta segunda-feira, com a participação de funcionários do Ministério da Defesa, para discutir a situação. O ministro não deixou claro se irá divulgar alguma declaração após a reunião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.