Bolsa de Tóquio cai 0,1% com notícias sobre financeira

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta quarta-feira em baixa, com o um índice Nikkei 225 tendo um leve recuo de 0,1%, aos 16.163,03 pontos. A principal influência sobre o pregão foi a notícia de que o órgão que supervisiona os serviços financeiros no Japão estava realizando uma inspeção-surpresa na financeira Acom. A investigação da Agência de Serviços Financeiros sobre práticas ilegais da Acom levou as ações desta e de outras empresas de crédito ao consumidor a pressionar para baixo o Nikkei 225. ?As companhias de crédito têm chamado a atenção devido ao possível estabelecimento de um teto para suas taxas de juros e esta última notícia apenas aumentou a preocupação do mercado?, disse um analista. A queda da bolsa, contudo, acabou sendo relativamente modesta e seguiu-se a uma alta de 1,3% no pregão de ontem e de 8,6% nas últimas quatro sessões. Por isso, muito operadores acreditam que o Nikkei 225 caminha para uma consolidação. As ações da Acom desabaram 4,3%. A elevação nos preços do petróleo e dos metais ajudou as ações de outras empresas, como as do conglomerado Mitsubishi Corp., que tem negócios nos setores de mineração e energia. Os papéis do grupo empresarial avançaram 0,8%. Sumitomo Titanium avançou 1,7%. A desvalorização do yen frente ao dólar e ao euro impulsionou os setores exportadores, como os de tecnologia e automóveis. Matsushita Electric Industrial ganhou 1,4%, Canon subiu 0,9%, Mazda Motor aumentou 0,4% e Toyota Motor se valorizou 0,2%. A NEC Electronics disparou 4,6% depois que a Deutsche Securities elevou a classificação dos papéis da empresa para ?Manter?. (As informações são da Dow Jones)

Agencia Estado,

23 de agosto de 2006 | 06h55

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.