Bolsa de Tóquio cai 0,1% com venda de ex-dividendos

Após atingir os 11 mil pontos, bolsa deve se manter um pouco abaixo deste nível até próximo 'catalisador', diz analista

Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

29 de março de 2010 | 06h07

A Bolsa de Tóquio perdeu terreno nesta segunda-feira com a venda de ações ex-dividendos de alto rendimento do setor farmacêutico, como Takeda Pharmaceutical, Eisai e Astellas. O índice Nikkei 225 caiu 9,90 pontos, ou 0,1%, e fechou aos 10.986,47 pontos, após fechar na última sexta-feira no seu nível mais elevado desde o início de outubro de 2008.

"O Nikkei atingiu a marca de 11 mil pontos na semana passada, por isso pode ficar um pouco abaixo deste nível até o próximo grande catalisador", disse Yutaka Miura, analista técnico sênior da Mizuho Securities. A aguardada pesquisa Tankan, do Banco do Japão, que avalia o sentimento empresarial, será divulgada no dia 1º de abril. No dia seguinte saem os dados do nível de emprego não agrícola dos EUA.

O Instituto de Pesquisas Daiwa sugeriu também as taxas de câmbio como um catalisador, observando que a depreciação do iene poderá induzir as empresas japonesas a aumentar suas previsões de ganhos, incentivando o investimento estrangeiro em ações.

No fechamento da bolsa, o dólar estava sendo negociado a 92,64 ienes e o euro a 124,57 ienes, ambos acima dos níveis de encerramento da sexta-feira. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.