Bolsa de Tóquio cai com dados abaixo das expectativas

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta sexta-feira em terreno positivo, mesmo após dados japoneses ficarem abaixo das expectativas. Os resultados corporativos também foram acompanhados de perto pelos investidores.

AE, Agencia Estado

25 de abril de 2014 | 09h00

Os dados de inflação atribuíram ainda mais ceticismo à possibilidade de o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) atingir sua meta de inflação em 2% sem adotar uma flexibilização monetária no curto prazo.

O índice Nikkei fechou em alta de 0,2%, a 14.429,26 pontos, após ter recuado 1,0% na sessão anterior. No acumulado da semana, o principal índice da bolsa japonesa perdeu 0,6%. No mesmo sentido, no ano, a Bolsa de Tóquio já caiu mais de 11%, marcando o pior desempenho entre as bolsa de países desenvolvidos.

O núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de Tóquio subiu 2,7% em abril em comparação com o mesmo mês de 2013, maior ganho desde 1992, mas abaixo da expectativa. Excluindo o efeito do aumento do imposto sobre vendas, que entrou em vigor em 1 de Abril, o índice avançou apenas 1%. Já o núcleo do CPI do Japão avançou 1,3% no terceiro mês do ano em relação a março de 2013. De acordo com analistas, os dados não sinalizam que o BoJ vá anunciar uma flexibilização monetária no curto prazo.

O fracasso das negociações entre Estados Unidos e Japão sobre a Parceria Transpacífico também pressionou os mercados.

Entre as ações negociadas na Bolsa de Tóquio, as da Mitsubishi Motors perderam 1,6%, mesmo após ter registrado forte lucro de 123,43 bilhões de ienes no ano fiscal encerrado em março. Por outro lado, os papéis da Japan Tobacco subiram 1,2%, após a companhia registrar aumento de 25% no lucro líquido. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.