Bolsa de Tóquio cai com falta de sinalização do BoJ

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta terça-feira em terreno negativo, após as expectativas de que o Banco do Japão (BoJ) anuncie mais flexibilização monetária terem perdido força.

AE, Agencia Estado

22 de abril de 2014 | 07h13

O índice Nikkei recuou 0,85%, a 14.388,77 pontos, após ter registrado ligeira perda na sessão anterior. O volume de negociações também foi baixo e atingiu o segundo menor nível em 2014.

"Os investidores parecem ter perdido a esperança de que o BoJ vai optar por mais flexibilização monetária em sua próxima reunião", disse Yoshihiro Okumura, gerente da Chibagin Asset Management.

Dados de inflação do Japão, que serão publicados nesta semana, podem representar uma indicação mais clara de qual será a postura do BoJ na próxima reunião de política monetária, prevista para o final de abril.

A expectativa de que o Fundo de Investimento de Pensões do Governo (GPIF, na sigla em inglês) do país adotará uma postura mais agressiva após a indicação de sete novos membros para o comitê de investimentos não influenciou diretamente o sentimento dos investidores.

Entre as ações, a Daiwa Securities Group registrou queda de 3,0%, enquanto a Nomura Holdings caiu 1,8%. Já os papéis da Mitsubishi UFJ Financial Group perderam 2,3% e os da Sumitomo Mitsui Financial Group cederam 1,4%.

Após registrar resultado corporativo decepcionante, as ações da fabricante de componentes eletrônicos Yaskawa Electric recuaram 5,1%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.