Bolsa de Tóquio cai com queda de ações de tecnologia

A bolsa de Tóquio terminou o pregão de hoje com os investidores desviando suas aplicações das empresas de tecnologia para as ações de bancos e corretoras. A mudança reflete as expectativas em torno da divulgação dos dados sobre o PIB japonês, que deve sair amanhã e mostrar uma economia impulsionada cada vez mais pela demanda doméstica. As empresas de tecnologia estão mais voltadas para o mercado externo. O índice Nikkei 225, que concentra as ações deste setor, recuou 0,2%, fechando em 15.30,91 pontos. Já o índice Topix, que reúne as empresas mais voltadas para a demanda interna, subiu 0,3%. As ações do Mizuho Financial Group subiram 1,5%. A corretora Nikko Cordial ganhou 1,6%. O setor imobiliário foi outro destaque positivo do pregão. A Mitsui Fudosan, maior incorporadora japonesa, teve valorização de 1,4%. No setor de tecnologia, por outro lado, a Sharp perdeu 1% e a fabricante de instrumentos de precisão Fanuc teve queda de 1,1%. A operadora de telefonia móvel KDDI caiu 2,3%. (As informações são da Dow Jones).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.