Bolsa de Tóquio fecha em alta apesar de dados fracos

A bolsa de Tóquio registrou alta nesta segunda-feira com o avanço nos papéis de grandes companhias do setor financeiro e de construção, apesar dos fracos dados do mercado de trabalho americano publicados na última semana e da revisão do PIB do Japão, que mostrou uma retração ainda maior do que a divulgada anteriormente na economia do país. O índice Nikkei encerrou em elevação de 0,23%, 15.705,11 pontos.

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2014 | 06h58

O volume das transações, no entanto, foi baixo durante a sessão, chegando ao menor patamar em dez dias, em meio aos feriados na China, na Coreia do Sul e em Taiwan.

Apesar da criação de vaga nos EUA abaixo do esperado e da retração mais forte no PIB japonês do segundo semestre, que foi revisado para queda de 7,1%, ante recuo de 6,8% divulgado anteriormente, a expectativa dos investidores por estímulos monetários gerou um viés de alta, segundo analistas.

"Os mercados americanos receberam dados fracos com otimismo nos últimos dias. Até os números de trabalho foram interpretados como um sinal de que o banco central não acelerará a redução dos estímulos em breve", disse o estrategista da SMBC Friend Securities Toshihiko Matsuno. "No caos japonês, a revisão do PIB cria expectativas de estímulos por parte do Banco do Japão", acrescentou.

Além das possíveis medidas do BoJ, o dólar tem reduzido o impacto de pressões de baixa na bolsa ao permanecer acima dos 105 ienes. "É uma taxa muito boa para os exportadores", segundo Matsuno.

As ações do SoftBank subiram 2,1% com as notícias de que o grupo Alibaba, gigante do e-comerce na China, do qual o banco japonês detém 34% das ações, começou o processo para ser listado na bolsa de Nova York.

O setor de construção também apresentou bons resultados, em parte devido ao aumento do preço-alvo da Kajima pela Nikko Securities. Os papéis da empresa subiram 2,4%. Outras empresas do setor seguiram o movimento, com a Taisei fechando em alta de 2,3% e a Shimizu avançando 1,4%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
JAPÃOBOLSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.