Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,1%

São Paulo, 23/06/2014 - A bolsa de Tóquio começou a semana em alta repercutindo o bom resultado do setor industrial chinês, que voltou a mostrar expansão em junho. No mercado corporativo, as ações ligadas ao mercado chinês tiveram destaque, assim como as boas previsões para a Olympus.

EDGAR MACIEL, Agência Estado

23 de junho de 2014 | 04h45

O índice Nikkei teve ganhos de 0,1%, aos 15.369,26 pontos, após uma queda de 0,1% na última sexta-feira. O volume de negócios ficou abaixo de 2 bilhões de ações.

A boa notícia do dia foi a recuperação do setor industrial da China neste mês de junho. O índice dos gerentes de compras (PMI) industrial da China, medido pelo HSBC, subiu para 50,8 em junho, de 49,4 em maio, segundo números preliminares. Dessa forma, o PMI industrial alcançou o maior nível em sete meses e retornou à expansão. Leituras acima de 50 indicam melhora na atividade do setor na comparação com o mês anterior.

Segundo analistas, o mercado japonês está em compasso de espera, já que o primeiro-ministro, Shinzo Abe, deve discursar nesta semana, com possíveis novidades no campo econômico. Abe deve falar sobre a revitalização econômica do país. "A apresentação pode provocar um processo de liquidação nesta semana e o mercado está à espera disso", disse Mitsushige Akino, administrador-chefe de fundos na Ichiyoshi Investment Management.

No mercado corporativo, as ações da Olympus foram o destaque da sessão de hoje, após o Goldman Sachs manter a companhia na lista de compras confiáveis. O banco espera um forte crescimento nos lucros no próximo trimestre, assim como uma alta nas vendas nos Estados Unidos e na China. Os papéis terminaram o dia com alta de 4,9%.

As ações da Komatshu e Hitachi Construction, que possuem ligações com o mercado chinês, foram impulsionadas pelo resultado do PMI e subiram 1,3% e 2,0%, respectivamente. A maior alta do dia foi da Arrk, fabricante de tampas de metal, com ganhos de 39% após o anuncio de que a companhia pode ser adquirida pela empresa de leasing Orix.

No campo negativo, os papéis da SoftBank recuaram 2,2% devido à proximidade da Assembleia Geral Ordinária, no dia 20 de junho. Segundo analistas, a instituição não entregou, até o momento, nenhum plano atraente ao investidores em termos de negócios e lançamentos de produtos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSATÓQUIOFECHAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.