Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,82%

Prolongamento da Operação Twist desvaloriza iene em relação ao dólar e ao euro

Agencia Estado

21 de junho de 2012 | 05h59

A Bolsa de Tóquio fechou em alta pela segunda sessão consecutiva nesta quinta-feira. O resultado positivo foi estimulado pela desvalorização do iene frente ao dólar e o euro, após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) estender a Operação Twist até o fim do ano. A elevação nas ações de grandes exportadoras, como Honda Motor e Kyocera, ofuscou o enfraquecimento em papéis ligados à China, como os da Komatsu.

O Nikkei subiu 71,76 pontos, ou 0,82%, e terminou aos 8.824,07 pontos, após alta de 1,1% na sessão de quarta-feira - foi o maior fechamento desde 17 de maio. O volume de negociações teve um aumento em relação às recentes sessões, para 1,78 bilhão de ações, no melhor resultado desde 8 de junho.

"O Fed agiu exatamente em linha com a maioria das expectativas", disse Kenichi Hirano, diretor operacional da Tachibana Securities. "Com os principais índices quebrados acima de suas respectivas médias móveis de 25 dias, o mercado parece tecnicamente mais forte também."

Porém, níveis mais elevados de participação dos investidores são necessários para avaliar a viabilidade de futuros movimentos do mercado, acrescentou o analista. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.