Bolsa de Tóquio fecha em alta de 1,5%

A Bolsa de Tóquio fechou com o índice Nikkei em alta de 240,02 pontos, ou 1,5%, aos 15.891,02 pontos, com ganhos generalizados. Exportadoras foram ajudadas pela valorização do dólar, e as ações do setor financeiro receberam impulso dos bons resultados corporativos. "O sentimento do mercado está bem melhor agora, as pessoas entenderam que a Livedoor é uma questão de curto prazo e o iene operando na faixa de 115 a 116 (ante o dólar) dá sustentação para o mercado", disse o estrategista de ações Naoki Kamiyama. As ações da Sony fecharam em alta de 2,6% ajudadas pelo dólar mais forte e pela expectativa de bons resultados no trimestre outubro/dezembro, divulgados após o fechamento. Nesse período, o grupo teve lucro líquido de 168,9 bilhões de ienes, em comparação com os 143,8 bilhões de ienes registrado em igual período de 2004. O lucro operacional subiu de 138,2 bilhões de ienes para 202,8 bilhões de ienes entre os dois trimestres. Shinsei Bank saltou 7,9%, atingindo nova máxima em 12 meses, depois de ter elevado sua previsão de lucro para o atual ano fiscal. A Livedoor, enquanto isso, seguiu em queda livre, perdendo 18%. Fuji Television Network, que detém uma fatia de 12,7% na Livedoor, fechou em alta de 6,6%, depois de afirmar que poderá assumir o controle da provedora de serviços de Internet. As corretoras fecharam em alta, seguindo os ganhos dos demais papéis do setor financeiro (Mitsubishi UFJ Securities +15%, após divulgar balanço trimestral forte). Fabricantes de semicondutores também subiram (Tokyo Electron +2,0%, Advantest +3,2%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.