Bolsa de Tóquio fecha em baixa de 0,7%

O índice Nikkei 225 da Bolsa de Tóquio encerrou hoje com o menor total de pontos das últimas três semanas, num dia de grande volume de negócios. O indicador chegou ao fim do pregão com 17.292,32 pontos, após uma queda de 0,7%. Os principais fatores de baixa foram as ações da Advantest, prejudicadas pela expectativa de redução nas encomendas à empresa, e os papéis das empresas exportadoras, afetados pelo receio de valorização do iene. Segundo os operadores, porém, o interesse dos investidores por blue chips com sólidas perspectivas de negócios deve sustentar o Nikkei 225 ao redor dos 17.200 pontos no restante da semana, a menos que surjam grandes notícias negativas. ?Essa é uma oportunidade para procurar ações baratas em meio à fraqueza do mercado em geral?, comentou o gerente da Mizuho Investors Securities, Teruhisa Ishikawa. Os papéis da Advantest caíram 4% e os da Tokyo Electron perderam 1,7%. Ambos os fabricantes de equipamentos para produção de semicondutores podem ser afetados no curto prazo pela redução das encomendas da indústria de chips, devido ao declínio nos preços dos chips de memória RAM e de memória flash. A Tokyo Electron ainda conseguiu reduzir suas perdas no final do dia, depois de divulgar fortes lucros no trimestre outubro-dezembro. Entre as empresas exportadoras, Kyocera declinou 1% e Canon baixou 1,8%, como reflexo do temor de uma possível valorização do iene após a reunião do G-7 (grupo dos sete países mais industrializados), na Alemanha, no próximo final de semana. Asahi Breweries disparou 5,3% após a notícia de sua fusão com a indústria de alimentos Kagome, que teve alta de 2,6%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.