Bolsa de Tóquio fecha em queda após discurso de Yellen

Presidente do Federal Reserve, o banco central dos EUA, sugeriu que o Fed poderá interromper a retirada de sua política de estímulos

28 de fevereiro de 2014 | 07h04

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta sexta-feira em queda, diante de uma venda maciça de dólares após o discurso da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, no Senado. Ontem, Yellen sugeriu que o Fed poderá interromper a retirada de sua política de estímulos monetários se a perspectiva econômica dos EUA continuar se deteriorando.

O índice Nikkei recuou 0,5%, a 14.841,047 pontos, sua terceira baixa em quatro pregões. Em fevereiro, o principal índice da bolsa japonesa operou com volatilidade em função do menor volume de negociação desde agosto. Com isso, o Nikkei ampliou as perdas neste ano e soma queda de 8,9%, após ter se valorizado 57% em 2013.

As ações permaneceram com pouca oscilação até o meio do pregão, mas a venda de dólares fez com que os papéis recuassem. Entre os exportadores, a Honda Motor perdeu 1,4% e a Sumitomo Realty & Development caiu 1,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.