Bolsa de Tóquio fecha em queda com recuo do dólar

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em leve queda nesta segunda-feira, com um dólar mais fraco e vendas nos pesos-pesados KDDI e SoftBank. O índice Nikkei perdeu 24,27 pontos, ou 0,2%, e terminou a sessão aos 13.636,28 pontos, após a alta de 2,2% na sexta-feira.

AE, Agencia Estado

26 de agosto de 2013 | 04h48

Os níveis de participação foram baixos, com 1,59 bilhão de ações negociadas. O volume de operações foi o segundo mais baixo de 2013, após o resultado de 19 de agosto, quando o pregão registrou apenas 1,44 milhões de ações.

Ainda nesta segunda-feira, o valor de todas as negociações somou 1,28 trilhão de ienes.

Os principais índices flutuaram logo acima e abaixo do ponto de equilíbrio durante grande parte da sessão, depois de se beneficiar inicialmente da alta de sexta-feira.

Segundo o analista de mercado Kenichi Hirano, da Tachibana Securities, o mercado está esperando novos indicadores, uma vez que os investidores continuam cautelosos sobre o crescimento na Índia, a expansão da China e a recuperação econômica dos EUA e a política monetária do Fed dos EUA.

Além disso, o dólar mais fraco levou à realização de lucros em montadoras, com a Suzuki Motor perdendo 1,9%. A empresa, que está muito exposta ao mercado indiano, cedeu 14% desde meados de agosto.

Vendas nas empresas de telecomunicações KDDI e SoftBank tiveram um efeito poderoso no mercado, a dupla terminou em baixa de 2,0% e queda de 0,5%. Os recuos foram resultado de especulações de que a NTT DoCoMo está mais perto de obter os direitos para vender o novo iPhone, da Apple.

A pressão foi gerada por uma reportagem da SankeiBiz, citando uma entrevista com um alto funcionário da DoCoMo. Contudo, traders logo notaram que esses rumores têm circulado de tempos em tempos ao longo dos últimos anos, com pouco mérito substantivo. As ações da DoCoMo fecharam em alta de 2,0%.

A Tokyo Electric Power perdeu 6,9% com alto volume de negociações com uma exposição cada vez maior na mídia sobre os vazamentos de água radioativa de um tanque de armazenamento na usina nuclear de Fukushima Daiichi. O volume de operações nas ações da Tepco ultrapassou 100 milhões de ações pela quinta sessão consecutiva, correspondendo a mais de 12% do volume de negócios total do mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.