Bolsa de Tóquio perde 1,6% com fracos dados industriais

Baixa nos mercados exteriores e piora na confiança do consumidor europeu também afetaram

Ricardo Criez, da Agência Estado,

31 de agosto de 2012 | 06h01

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa acentuada nesta sexta-feira. Ações de exportadores industriais, como Nippon Steel, estiveram vendidas após a divulgação de fracos dados da produção industrial japonesa e à espera do aguardado pronunciamento do Federal Reserve.

O Nikkei caiu 143,87 pontos, ou 1,6%, e terminou aos 8.839,91 pontos, após queda de 1% na sessão de quinta-feira - na semana, o índice acumulou perdas de 2,5%. No ano, contudo, tem alta de 4,5%. O volume de negociações continuou relativamente fraco, com 1,58 bilhão de ações.

O índice esteve enfraquecido desde o início do pregão, no embalo da baixa nos mercados do exterior e da piora na confiança do consumidor da zona do euro. Combinado com os decepcionantes números da produção industrial nipônica de julho, divulgados antes da abertura do mercado, os efeitos negativos foram mais do que suficientes para sobrepujar os efeitos positivos da estabilidade do iene.

"No geral, os dados econômicos dos EUA não têm sido tão ruins, mas os fracos números da produção industrial japonesa atuaram como um peso para os exportadores, especialmente os de aço, automóveis e fabricantes de eletrônicos", disse Hiroyuki Fukunaga, CEO da Investrust. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.