Bolsa de Tóquio recua 0,6%, com balanços e câmbio

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa, uma vez que a valorização do iene e os fracos resultados corporativos nos EUA deflagraram uma realização de lucros. A queda das ações do laboratório Eisai e da montadora Toyota - esta última ante a notícia de um recall - pesaram fortemente no resultado do pregão. O índice Nikkei 225 perdeu 62,52 points, ou 0,6%, e fechou aos 10.401,90 pontos.

HÉLIO BARBOZA, Agencia Estado

26 de janeiro de 2011 | 07h11

As ações abriram em baixa e assim permaneceram por toda a sessão, em reação aos anêmicos balanços da American Express e da 3M. Segundo o estrategista da Okasan Securities, Hideyuki Ishiguro, a tendência declinante da bolsa japonesa pode continuar até a segunda semana de fevereiro. "Haverá uma correção no mercado", afirmou Ishiguro, observando que as ações vêm subindo fortemente desde o começo de novembro. Essa correção, contudo, "não será baseada numa deterioração dos fundamentos da economia japonesa", disse. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.