Bolsa de Tóquio recua por preocupações com China

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta sexta-feira em terreno negativo, diante de preocupações sobre a situação política da Ucrânia e em relação aos temores com a desaceleração econômica da China.

AE, Agencia Estado

14 de março de 2014 | 06h09

O índice Nikkei fecha em queda de 3,3%, a 14.327,66 pontos, após a perda de 0,1% da sessão anterior. Essa foi a segunda maior baixa porcentual em apenas um pregão. Em 2014, o índice acumula perda de 12%.

A queda acentuada dos índices de Wall Street contribuiu para o pessimismo entre os investidores da Bolsa de Tóquio. A Valorização do iene em relação ao dólar também foi determinante para o declínio do índice.

Além dos temores sobre a economia chinesa após a divulgação de dados fracos e das incertezas sobre a situação política na Ucrânia depois do referendo da Crimeia, os investidores aguardam a próxima reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para saber se o ritmo de redução do programa de compra mensal de ativos vai ser mantido.

Entre as ações, as da Fast Retailing caíram 2,3%, enquanto as do SoftBank perderam 3,3%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.