Bolsa de Tóquio registra maior perda em 5 semanas

Índice Nikkei recuou 2,6%, a 14.830,39, maior queda porcentual desde 4 de fevereiro e o terceiro pior desempenho da bolsa em 2014

12 de março de 2014 | 08h30

A Bolsa de Tóquio registrou o seu pior resultado em cinco semanas nesta quarta-feira, pressionado pelas preocupações em relação ao crescimento econômico da China e pela valorização do iene ante o dólar que prejudica as ações dos exportadores e dos promotores imobiliários.

O índice Nikkei recuou 2,6%, a 14.830,39, sua maior queda porcentual desde 4 de fevereiro e o terceiro pior desempenho da bolsa em 2014.

"As preocupações em relação às perspectivas de crescimento econômico da China, a onda de vendas de cobre e o latente desconforto com a redução gradual do programa de compra mensal de ativos do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) contribuíram em parte para que o movimento vendedor tenha prevalecido", disse Hiroyuki Fukunaga, executivo-chefe do Investrust.

Em meio ao sentimento de aversão ao risco, o iene se fortaleceu ante o dólar. Com isso, os exportadores perdem competitividade em relação aos concorrentes no mercado externo.

Entre as ações, a Nomura Holdings perdeu 2,8%, enquanto a Sumitomo Realty & Development caiu 3,1%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.