Bolsa de Tóquio se recupera e fecha com alta de 0,4%

Depois de uma queda de 1,7% ontem, o índice Nikkei 225 da Bolsa de Tóquio recuperou-se nesta sexta-feira, fechando o pregão com alta de 0,4%, a 16.080,46 pontos. Destacaram-se as ações das companhias aéreas e das empresas ligadas ao setor de aviação, graças à queda na cotação do petróleo no mercado futuro em Nova York. O preço do barril nesse mercado recuou para o nível mais baixo dos últimos cinco meses, atenuando as preocupações acerca de uma eventual elevação no custo do combustível. Segundos os operadores, o Nikkei 225 deve permanecer ao redor do nível psicológico dos 16 mil pontos na próxima semana, em meio à cautela que precede a reunião do Fed, em 20 de setembro. Alguns investidores temem que uma alta dos juros nos EUA derrube as cotações no mercado acionário norte-americano e na bolsa japonesa. Além da expectativa pela reunião do Fed, na próxima semana os investidores também estarão de olho nas previsões de lucros das empresas, a serem divulgadas por analistas de corretoras. Outras notícias relacionadas aos resultados das companhias poderão influenciar a bolsa, como a revisão para cima dos lucros das siderúrgicas Nippon Steel e JFE Holdings, anunciada ontem. As ações de ambas as siderúrgicas alcançaram valorização de 1% no pregão de hoje. Japan Airlines ganhou 2,2% e All Nippon Airways avançou 1,9%. Os papéis da Bridgestone subiram 3,6%. (As informações são da Dow Jones)

Agencia Estado,

08 de setembro de 2006 | 07h06

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.