Bolsa de Tóquio sobe 0,4% com balanços dos EUA

Ganhos foram modestos e limitados pela aversão ao risco devido à crise na Europa

Hélio Barboza, da Agência Estado,

19 de outubro de 2011 | 07h22

A Bolsa de Tóquio fechou com ganhos modestos, uma vez que os balanços majoritariamente sólidos divulgados nos EUA ajudaram ações específicas de tecnologia no começo do pregão. Mais tarde, a compra de ações ligadas à demanda doméstica permitiu que a Fast Retailing liderasse o mercado para um encerramento positivo. O índice Nikkei 225 adicionou 30,63 pontos, ou 0,4%, e fechou aos 8.772,54 pontos.

O volume de negócios continuou morno, deprimido pela baixa tolerância ao risco. O volume pode aumentar se os indicadores econômicos impressionarem os investidores ou se os balanços corporativos forem sólidos, mas pode levar vários meses para que se possa ver níveis robustos novamente, segundo um estrategista.

Os índices abriram o pregão em alta, na esteira dos balanços de líderes de mercado, como a Intel, que divulgou seu sexto recorde trimestral consecutivo. Entre as tecnológicas japonesas, nomes como Advantest e Tokyo Electron logo se beneficiaram, mas o humor não durou muito e ambas fecharam em queda. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.