Bolsa de Tóquio sobe 0,7% com otimismo sobre Grécia

Crescente expectativa de que o parlamento grego aprove um pacote de medidas de austeridade elevou a cotação do euro diante do iene

Hélio Barboza, da Agência Estado,

28 de junho de 2011 | 07h05

A Bolsa de Tóquio fechou em alta depois que o otimismo em relação à crise da dívida grega puxou para cima as ações das empresas exportadoras. Já os papéis da Nissan caíram com a realização de lucros que se seguiu à divulgação do plano de negócios de médio prazo da montadora. O índice Nikkei 225 subiu 70,67 pontos, ou 0,7%, e fechou aos 9.648,98 pontos.

A crescente expectativa de que o parlamento da Grécia aprove um pacote de medidas de austeridade elevou a cotação do euro diante do iene, deflagrando desde a abertura dos negócios uma rodada de compras de ações de exportadoras que estavam sob pressão das preocupações com a zona do euro.

Yoshihiro Okumura, gerente geral da Chibagin Asset Management, disse que os problemas da Grécia são mais profundos e podem ressurgir no longo prazo mesmo que o país consiga evitar um default imediato. Ele observou que permanece o temor de uma desaceleração da economia norte-americana e que os dados da atividade industrial a serem divulgados pelo Instituto para a Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês) dos EUA serão um importante catalisador para as ações japonesas na próxima semana. Além disso, os investidores aguardam os resultados da pesquisa trimestral "tankan" sobre o sentimento do empresariado, que também sai na sexta-feira. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.