Bolsa de Tóquio sobe 0,7%, impulsionada por balanços

A Bolsa de Tóquio passou por um rali nesta quinta-feira, liderado por ações industriais e tecnológicas com grande peso no pregão, como as da Fanuc, que divulgou bons resultados. A expectativa de mais números positivos de outras importantes exportadoras, como a Canon, também contribuiu para a alta. O índice Nikkei 225 avançou 76,76 pontos, ou 0,7%, e fechou aos 10.478,56 pontos.

HÉLIO BARBOZA, Agencia Estado

27 de janeiro de 2011 | 06h56

Os principais índices da Bolsa ficaram em alta desde a abertura, com as exportadoras ajudadas por uma ligeira desvalorização do iene e diante do alívio com a decisão do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de manter sua atuação no apoio à economia. Os ganhos iniciais aumentaram à tarde em seguida aos sólidos avanços das bolsas chinesas.

Yutaka Miura, analista da Mizuho Securities, disse que o Nikkei permanece com um teto de 10.500 pontos, ainda que aumentem as expectativas em relação aos próximos balanços. O Nikkei já acumula uma valorização de 14% desde o fim de outubro e de 2,4% neste ano. "Pode haver uma correção a qualquer momento; então os investidores estão testando a alta do mercado, cautelosamente." As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.