Bolsa de Tóquio sobe 1,76% com resultados da Intel

Resultados trimestrais favoráveis da gigante americana do setor de tecnologia indicam um segundo trimestre melhor do que o esperado

Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

20 de abril de 2011 | 07h29

A Bolsa de Tóquio encerrou o dia em alta acentuada, com investidores encorajados pelos resultados positivos do balanço da Intel, bem como com o iene mais fraco - que ajudou empresas de chips, como a Tokyo Electron, a superarem os índices.

O índice Nikkei 225 avançou 1,76% e fechou aos 9.606,82 pontos. Mas o volume permaneceu relativamente baixo, com 1,76 bilhão de ações. O mercado abriu com força, após a gigante americana Intel anunciar resultados trimestrais surpreendentemente positivos e fornecer a orientação de um segundo trimestre melhor do que o esperado.

Os investidores foram incentivados após o presidente da Intel, Paul Otellini, afirmar que a companhia não prevê interrupções no fornecimento de suas linhas após o forte terremoto que assolou o Japão no dia 11 de março.

A Intel Corp. anunciou que seu lucro líquido alcançou US$ 3,16 bilhões no primeiro trimestre deste ano (US$ 0,56 por ação), com crescimento de 29% em relação ao lucro de US$ 2,44 bilhões registrado no mesmo período de 2010 (US$ 0,43 por ação). Excluindo itens extraordinários, o lucro foi de US$ 0,59 por ação, de US$ 0,43 por ação no primeiro trimestre de 2010.

Apesar dos ganhos robustos, a maioria dos analistas de mercado avaliou que era prematuro antecipar ainda mais a compra de ativos em ações japonesas, ressaltando o volume de negócios morno registrado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.