Bolsa de Tóquio sobe 2,3% com ajuda à Grécia

Índice Nikkei 225 subiu 2,3%, aos 11.165,79 pontos - melhor desempenho porcentual desde 22 de fevereiro

Hélio Barboza, da, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 06h42

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, uma vez que a diminuição das preocupações com os problemas da dívida da Grécia permitiu uma desvalorização do iene, o que por sua vez sustentou o sentimento geral e ajudou particularmente as ações das exportadoras, como Canon e Fanuc. O índice Nikkei 225 subiu 251,33 pontos, ou 2,3%, e fechou aos 11.165,79 pontos - seu melhor desempenho porcentual desde 22 de fevereiro.

Segundo os observadores do mercado, a Bolsa de Tóquio deve subir mais nesta semana, dada a confirmação de bons resultados corporativos no ano fiscal recém-terminado. Várias empresas têm balanços com divulgação prevista para esta semana. "A tendência do iene está mudando", disse o estrategista Kenichi Hirano, da corretora Tachibana Securities. "Se o iene se enfraquecer mais, os manufatureiros podem divulgar também expectativas otimistas para o ano fiscal corrente." As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.