Bolsa de Tóquio sobe em meio a valorização do dólar

A bolsa de Tóquio subiu nesta terça-feira beneficiada por mais uma sessão marcada por fortes altas do dólar, o que favorece os exportadores do Japão. Nas notícias corporativas, o SoftBank também manteve as altas dos últimos dias com o entusiasmo pela oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) do Alibaba Group, do qual é acionista.

Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2014 | 05h13

O índice Nikkei fechou com valorização de 0,28%, a 15.749,15 pontos. A moeda norte-americana continuou se valorizando após ultrapassar a marca dos 106 ienes. Durante a sessão, o câmbio bateu a máxima em seis anos, a 106,28 ienes.

Para os operadores, o dólar marcou a sessão, atenuou a pressão por um movimento de realização, diante da valorização de 6,6% em relação ao último mês. "Normalmente as ações estariam mais valorizadas com essa trajetória do dólar, mas os investidores estão céticos porque os fundamentos por trás desse movimento não são fortes", disse Mitsushige Akino, gestor de fundos da Ichiyoshi Investment Management, citando a revisão do PIB japonês, que indicou uma forte recessão no segundo trimestre.

"Se a recuperação da economia americana aumentar as expectativas do Federal Reserve de mudar seu discurso pró-relaxamento monetário, o dólar deve operar no patamar entre 105 a 108 ienes já em outubro", disse o analista do Deutsche Bank Taisuke Tanaka. Ele disse acreditar que até o fim do ano, a taxa de câmbio atingisse 112 ienes.

Entre os papéis de melhor desempenho, a empresa de tecnologia TDK avançou 2,7% e a Honda Motor subiu 1,1%.

O SoftBank subiu fortemente pelo segundo dia consecutivo, fechando com valorização de 4,5% em meio ao otimismo pelo lançamento das ações da Alibaba, empresa de e-comerce chinesa, na bolsa de Nova York. O SoftBank controla 34% da companhia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.