Bolsa do Cairo fecha em alta de 7,59% após eleições

O índice EGX30, da Bolsa do Cairo, fechou em alta de 7,59% nesta segunda-feira, com o alívio após o resultado das eleições presidenciais no Egito. O candidato da Irmandade Muçulmana, Mohammed Morsi, foi confirmado ontem pela comissão eleitoral como o vencedor do pleito, após dias de incertezas. O custo para assegurar as dívidas do país contra um possível calote também recuou.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

25 de junho de 2012 | 10h57

Além da diminuição nas preocupações com novos episódios de violência, o presidente deve ter poderes para negociar uma ajuda para o país com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Apesar da forte alta da bolsa hoje, alguns analistas afirmam que o rali pode durar pouco, porque os enormes desafios econômicos para o país ainda existem. As reservas internacionais do banco central caíram pela metade desde o início do ano passado, com a autoridade monetária vendendo dólares para tentar dar suporte à libra egípcia.

Mesmo assim, o ganho do EGX30 hoje foi o maior do ano. As ações da Orascom Construction Industries saltaram 10%, o Commercial International Bank também ganhou 10% e a Telecom Egypt avançou 9,6%. O spread do contrato de swap de default de crédito (CDS, na sigla em inglês) do bônus de 5 anos do país caiu 27 pontos-base, para 695 pontos-base. E por volta das 10h30 (de Brasília) o dólar estava relativamente estável, cotado a 6,05 libras egípcias. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasCairoeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.