Bolsa recua 0,65% e tem nova semana de perdas

Dados fracos da economia no Brasil e mau humor externo ditaram o ritmo de negócios nesta sexta-feira; na semana, Bolsa caiu 2,71%

Márcio Rodrigues, Agência Estado

27 de junho de 2014 | 17h35

SÃO PAULO - A Bovespa teve mais um pregão de perdas, elevando ainda mais o recuo acumulado na semana. Em meio a um volume bastante reduzido, o movimento desta sexta-feira, 27, esteve relacionado ao mau humor externo, durante grande parte do dia, e também aos dados fracos da economia doméstica.

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,65%, aos 53.157,30 pontos. Na mínima, registrou 52.919 pontos (-1,10%) e, na máxima, 53.614 pontos (+0,20%). Na semana, acumulou perda de 2,71%, no mês, tem ganho de 3,74% e, no ano, de 3,20%. O giro financeiro totalizou R$ 4,940 bilhões, dos quais R$ 526,1 milhões referentes à uma operação de compra e venda de cerca de 13% das units da SulAmérica.

Entre os indicadores ruins conhecidos hoje, o Tesouro Nacional informou que o déficit do governo central totalizou R$ 10,502 bilhões no mês passado, o pior da série histórica para meses de maio e também menor do que o piso das projeções dos economistas (-R$ 6,5 bilhões). Já a arrecadação do mês totalizou R$ 87,897 bilhões, o pior resultado para o mês desde 2011. O resultado veio abaixo da mediana, de R$ 90,2 bilhões, e o piso era de R$ 86,853 bilhões. 

Tais dados se somam a outras notícias ruins conhecidas ao longo da semana, como o bônus de R$ 2 bilhões que a Petrobrás terá de pagar à União para explorar quatro blocos de petróleo e contração de 2,9% do PIB dos EUA, para fazer com que o Ibovespa tivesse a segunda semana consecutiva de perdas.

Bancos, hoje, terminaram em baixa. Bradesco PN, -1,10%, Itaú Unibanco PN, -0,31%, BB ON, -0,51%, e Santander unit, -1,00%. 

Petrobrás e Vale também recuaram: Petrobrás ON, -0,93%, PN, -0,69%, Vale ON, -0,95%, e Vale PNA, -0,64%.

Siderúrgicas recuaram com força hoje, depois que o Bank Of America Merrill Lynch reduziu a recomendação de Gerdau e Usiminas de compra para neutro. Gerdau PN caiu 2,84%, Metalúrgica Gerdau PN, 3,17%, Usiminas PNA, 4,17%, e CSN ON, -2,09%. 

Nos EUA, as bolsas se recuperaram nos minutos finais do dia, em meio ao rebalanceamento de carteiras do índice Russel. O Dow Jones fechou com alta de 0,03%, aos 16.851,84 pontos, S&P 500 subiu 0,19%, aos 1.960,96 pontos, e o Nasdaq avançou 0,43%, aos 4.397,93 pontos. 

Tudo o que sabemos sobre:
açõesBolsaBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.