Bolsa salta mais de 4% e gera ganho na semana e mês

A euforia que tomou conta da Bovespa no início da tarde levou o índice de volta aos 56 mil pontos, patamar que não atingia desde o dia 5 deste mês. Além disso, a Bolsa conseguiu gerar ganho na semana e no mês, apesar de ainda ter leve queda no acumulado do ano.

ALESSANDRA TARABORELLI, Agencia Estado

27 de julho de 2012 | 17h44

O ânimo veio logo após as informações de que o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, teria proposto a retomada das compras de títulos da dívida da Espanha e da Itália, um novo corte de juros e uma operação de refinanciamento de longo prazo (LTRO, na sigla em inglês). Para se ter uma ideia da euforia, em cerca de 30 minutos, a Bovespa subiu mais de mil pontos.

O Ibovespa encerrou com valorização de 4,72%, aos 56.553,12 pontos - maior pontuação desde 20 de junho (57.166,55 pontos). Na semana, o ganho acumulado é de 4,35% e, no mês, de 4,05%. No ano, porém, o índice ainda apura queda discreta de 0,35%. Na mínima, o índice atingiu 54.024 pontos (+0,04) e, na máxima, 57.046 pontos (+5,64%). O giro financeiro somou R$ 9,089 bilhões - o maior volume desde 15 de junho (R$ 9,680 bilhões), tirando eventos excepcionais, como o vencimento de opções sobre ações.

Segundo um experiente operador, quando a Bolsa começou a renovar máximas, várias ordens de "stop loss" foram disparadas. "Houve uma corrida, com muitas corretoras entrando para comprar", disse, ressaltando que, embora a Bolsa tenha fechado em alta, as compras estavam centralizadas. "O mercado está muito concentrado. Tem cerca de dez players atuando fortemente na compra e muita gente vendendo."

Das 68 empresas que compõem o Ibovespa, apenas duas (Natura e Redecard) finalizaram em baixa. Entre as blue chips, Petrobras e Vale seguiram seus pares no exterior. O papel ON da petroleira avançou 5,32% e o PN 4,72%. Na Nymex, o contrato de petróleo com vencimento em setembro terminou com ganho de 0,83% a US$ 90,13 o barril. Já Vale ON avançou 4,05% e a PNA, 3,98%.

O destaque de alta do índice foi OGX ON (+12,74%), seguida de Usiminas PNA (+11,06%), Usiminas ON (+10,36%) e Gafisa ON (+10,30%).

Também contribuiu para o bom humor o resultado do PIB dos Estados Unidos no primeiro trimestre. A economia norte-americana teve crescimento anual de 1,5% no segundo trimestre, acima do esperado, mas analistas disseram que o mais importante é que a expansão foi gerada pela alta de 0,32 ponto porcentual dos estoques. Os gastos do consumidor desaceleraram e o gastos do governo diminuíram.

Em Nova York, o índice Dow Jones subiu 1,46%, o S&P 500 avançou 1,91% e o Nasdaq saltou 2,24%.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.