Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

Bolsa sobe pela 2ª vez seguida e se recupera de perdas na semana

Ibovespa terminou dia em alta de 1,94%, aos 47.365,87 pontos; resultado só não foi mais forte por causa da perda de fôlego das bolsas norte-americanas e da Petrobrás

Claudia Violante, O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2015 | 18h02

A Bovespa teve sua segunda sessão de ganhos e terminou o dia em alta de 1,94%, aos 47.365,87 pontos. Com o resultado desta quinta-feira, que só não foi mais forte por causa da perda de fôlego das bolsas norte-americanas e da Petrobrás, o Ibovespa se recuperou das perdas na semana.

Agora, o índice acumula alta de 1,59%, em setembro e, no ano, perda de 5,28%. Na mínima, marcou 46.279 (-0,40%) e, na máxima, 47.532 pontos (+2,30%). O giro financeiro totalizou R$ 7,689 bilhões.

Durante o dia, o Ibovespa chegou a operar em baixa, renovando mínimas, com a notícia de que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, havia cancelado sua participação no evento do G-20, na Turquia. Em meio a rumores de perda de força do ministro e de que ele poderia deixar o cargo, a notícia estressou os agentes, que passaram a vender ações. 

Mas a releitura da informação teve o viés contrário, já que o mercado passou a precificar que o chamado de Dilma Rousseff, na verdade, era para endossar a liderança de Levy na chefia da equipe econômica e pacificar a relação entre seus membros. Assim, a Bovespa voltou a subir. 

A alta da Bovespa só não foi maior porque os índices acionários norte-americanos, que nortearam os negócios durante toda a manhã, titubearam, da mesma forma que Petrobrás, que passou a cair durante a tarde.

As ações da estatal, que mais cedo operavam com alta, chegaram a virar para baixo e, no final, a ON subiu 0,39% e a PN caiu 0,68%, em meio a comentários nas mesas de que o governo pode vir a elevar a Cide sobre combustíveis para aumentar a arrecadação. Isso prejudicaria a venda de gasolina em detrimento do etanol.

Vale, que seguiu suas pares internacionais, fechou em alta de 3,42% na ON e de 4,25% na PNA.

Em Wall Street, o Dow Jones terminou a sessão com pequena alta de 0,14%, aos 16.374,76 pontos. O S&P 500 subiu 0,12%, aos 1.951,13 pontos, e o Nasdaq fechou com desvalorização de 0,35%, aos 4.733,50 pontos. 

Mais conteúdo sobre:
bolsaibovespamercado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.