Dario Oliveira|Estadão
Dario Oliveira|Estadão

Bolsa tem 3ª alta consecutiva com visão positiva sobre o Brasil

Entrada de recursos estrangeiros também contribuiu para o avanço de 0,14% do Índice Bovespa; dólar teve leve alta e fechou a R$ 3,17

Paula Dias, Lucas Hirata, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2017 | 19h26

A manutenção de uma visão positiva do Brasil e da entrada de fluxo estrangeiro absorveram movimentos de realização de lucros na Bovespa nesta terça-feira, 24. Após duas altas consecutivas até ontem, para patamar acima dos 65 mil pontos, havia espaço para devolução de ganhos, como ocorreu com as ações de bancos. 

O Ibovespa, contudo, se apoiou nas ações de mineração e siderurgia, além do sinal positivo das bolsas de Nova York, e garantiu mais um dia de avanço, se aproximando dos 66 mil pontos - patamar que chegou a ser superado ao longo da sessão. Assim, o Índice Bovespa fechou em alta de 0,14%, aos 65.840,09 pontos, com novo pico em um período de quase cinco anos.

O noticiário doméstico escasso e a ausência de ruídos mais sérios nos primeiros dias do governo Donald Trump garantiram tranquilidade ao pregão da Bovespa, que movimentou um total de R$ 9 bilhões.

No câmbio, o encerramento do dólar foi em alta de 0,22%, aos R$ 3,1734, após três quedas consecutivas. A correção decorreu de operações defensivas de alguns investidores antes do feriado em São Paulo amanhã. A máxima foi de R$ 3,1744 (+0,26%) e a mínima de R$ 3,1592 (-0,22%). 

No exterior, medidas de Donald Trump no sentido de turbinar negócios deram a sustentação para os índices de ações de Nova York. O dólar ganhou força ante o iene e o euro, mas oscilou sem direção única ante divisas emergentes e ligadas a commodities. O fraco volume de operações favoreceu o vaivém das cotações, de acordo com os agentes de câmbio. No mercado à vista, foram movimentados US$ 988,484 milhões

Ações. O mercado brasileiro de ações seguiu em forte correlação com o mercado de commodities, tendo as ações da Vale como destaque principal. Além da valorização de 2,5% do minério de ferro (pureza de 62%) no mercado à vista chinês, as ações refletiram a divulgação de dados positivos do setor e a expectativa favorável para o resultado financeiro do quarto trimestre. Com isso, Vale ON e PN terminaram o dia com ganhos de 2,46% e 2,79%, respectivamente.

Por outro lado, as ações de bancos foram alvos de realização de lucros recentes, o que trouxe instabilidade para o Ibovespa. Banco do Brasil ON, que na véspera havia subido 4,53%, hoje fechou em baixa de 1,89%. Santander Brasil unit, que divulga balanço na próxima quinta-feira, caiu 1,98%.

Com o resultado de hoje, o Ibovespa passa a contabilizar alta de 9,32% em janeiro. O saldo dos investimentos estrangeiros no mês, até a última sexta-feira, 20, era de R$ 3,538 bilhões. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.