Bolsas asiáticas avançam, com destaque para a China

Proposta apresentada pelo Conselho Estatal da China para acelerar reformas na indústria de carvão ajudou mercados a ganhar impulso

28 de novembro de 2013 | 07h42

Os mercados acionários registraram ganhos em meio a um pregão de volume reduzido, por conta do feriado de ação de graças nos EUA. Os mercados locais também acompanharam os ganhos observados nas bolsas norte-americanas na véspera. O índice Dow Jones e o S&P 500 encerraram o pregão de ontem em novos níveis recordes, após a divulgação de uma série de indicadores econômicos.

Na China, os mercados acionários também ganharam novo impulso após o Conselho Estatal da China apresentar durante a madrugada uma proposta para acelerar as reformas na indústria de carvão, que seriam alcançadas pelo fechamento de pequenas minas para consolidar a produção doméstica e por incentivos para a importação de carvão de alta qualidade.

Ao citar preços em queda e perdas na indústria, o Conselho Estatal da China afirmou que o objetivo é "frear o crescimento desordenado da produção de carvão".

O índice Xangai Composto encerrou em alta de 0,8%, aos 2.219,4 pontos, e o Shenzhen Composto registrou ganhos de 1,0%, para 1.079,9 pontos.

As ações da Yanzhou Coal Mining subiram 3,0% e as da Jiangxi Copper avançaram 4,7%. "As ações do carvão têm avançado nas recentes semanas em parte por causa do aumento de estoques em antecipação aos meses de inverno nevoso no norte da China", lembrou o analista Zeng Xianzhao, do Everbright.

Em Taiwan, o índice Taiwan Weighted registrou ganhos de 0,8% e encerrou a 8.362,43 pontos, assim como o PSEi, nas Filipinas, encerrou o dia com alta de 1,9%, para 6.169,96 pontos, depois de o país divulgar crescimento de 7,0% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre. O índice Kospi, na Coreia do Sul, avançou 0,8% e fechou a 2.045,77 pontos.

Já na Austrália o mercado encerrou na estabilidade, marcando 5.334,3 pontos, em um pregão com baixo volume negociado. As perdas no setor de recursos naturais foram compensadas pelos ganhos no setor bancário. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.