Bolsas asiáticas caem após dados da China

As bolsas da região da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira, após a divulgação de dados mistos da balança comercial da China. Vários mercados, incluindo os da China continental, Taiwan e Coreia do Sul, porém, não operaram hoje devido a um feriado local.

SERGIO CALDAS, Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2014 | 07h53

Em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 0,2%, a 25.190,45 pontos. Em agosto, as importações chinesas decepcionaram ao cair 2,4%, quando a previsão era de aumento de 2,7%. Por outro lado, tanto o superávit comercial da China quanto as exportações surpreenderam positivamente. O superávit do mês passado foi recorde e atingiu US$ 49,8 bilhões.

Entre bolsas menores, o índice FTSE Straits Times, de Cingapura, também caiu 0,2%, a 3.335,19 pontos, mas o filipino PSEi subiu 0,8%, a 7.314,94 pontos, o maior nível em 16 meses, impulsionado pelo demanda de investidores estrangeiros por blue chips.

Na Oceania, a Bolsa de Sydney encerrou o dia com baixa de 0,4%, com o índice S&P/ASX 200 a 5.577,00 pontos. O mercado australiano foi pressionado principalmente por ações de bancos e energia. No setor minerador, Rio Tinto perdeu 0,5% após o preço do minério de ferro ter atingido mínima em cinco anos, de US$ 83,60 por tonelada, mas a Fortescue Metals subiu 2%. Com informações da Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.