Bolsas asiáticas caem com baixas em Wall Street

Os mercados de ações asiáticos fecharam em queda nesta quinta-feira, com baixas em Wall Street e resultados corporativos. Além disso, na China, medidas de estímulo anunciadas pelo primeiro-ministro Li Keqiang não conseguiram animar os investidores. Nesta quarta-feira, 24, o Departamento do Comércio dos EUA informou que as vendas de moradias novas subiram 8,3% em junho, na comparação com maio, para a média anualizada de 497 mil unidades, o maior volume desde maio de 2008. Em relação ao mesmo período do ano passado, as vendas aumentaram 38,1%.

AE, Agencia Estado

25 de julho de 2013 | 08h05

Os números foram considerados negativos em Wall Street, pois renovaram preocupações de que melhorias na economia norte-americana podem levar o Federal Reserve a reverter seu programa de estímulo. Com os resultados dos EUA em mente, o índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, fechou estável aos 5035,6 pontos. Em Taipé, o índice Taiwan Weighted caiu 0,4% para 8163,58 pontos. Nas Filipinas, o índice PSEi perdeu 0,1%, para 6800,11 pontos, com realização de lucros.

O foco na Coreia do Sul foram os resultados corporativos, visto que a Samsung Electronics deve anunciar seus números do segundo trimestre nesta sexta-feira, 26. Além disso, a LG Electronics cedeu 2,6% depois de registrar um lucro líquido pior do que o esperado para o período de abril a junho. Com isso, o índice Kospi, da Bolsa de Seul, fechou em queda de 0,1% aos 1909,61 pontos.

As ações na China recuaram nesta quinta-feira depois que o governo central ofereceu poucos sinais de medidas significativas de estímulo para enfrentar a desaceleração da economia. As medidas incluíram uma redução de impostos para as pequenas empresas, corte nas tarifas de exportação e um compromisso para acelerar a construção e investimento de ferrovias. No entanto, não conseguiram animar o mercado.

As empresas ferroviárias ficaram entre as poucas a avançarem no pregão. Em Xangai, a China Railway Construction subiu 2,9%, enquanto a China Railway Group adicionou 1,5%. As ações das duas empresas listadas em Hong Kong subiram 2,5% e 1,8%, respectivamente. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,3%, para 21.900,96 pontos, enquanto o índice Xangai Composto cedeu 0,6%, para 2.021,17 pontos. O índice Shenzhen Composto perdeu 2,0% e fechou aos 961,82 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsas asiáticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.