Bolsas asiáticas caem com tensões na Ucrânia

O aumento das tensões entre a Ucrânia e a Rússia disseminou o sentimento de preocupação entre os investidores e determinou a queda das bolsas asiáticas nesta sexta-feira. Os temores em relação à recente desaceleração econômica e ao setor bancário da China também contribuíram para que o tom negativo prevalecesse nos mercados do país.

MARCELO RIBEIRO SILVA, Agencia Estado

25 de abril de 2014 | 09h00

As tensões no Leste Europeu aumentaram após relatos de que as forças ucranianas mataram cinco manifestantes pró-Moscou e depois que os russos iniciaram exercícios militares na fronteira, o que aumentou os rumores sobre uma invasão no curto prazo.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, encerrou o dia no vermelho. O índice PSEi recuou 0,69%, para 6.685,10 pontos, enquanto o índice FTSE Straits Times, de Cingapura, teve perda de 0,50%, a 3.267,57 pontos. Na Coreia do Sul, o índice Kospi caiu 1,34%, na Bolsa de Seul, para 1.971,66 pontos. Já o índice Taiex, da Bolsa de Taiwan, fechou com queda de 1,92%, aos 8.774,12 pontos.

Na China, as bolsas fecharam em queda em meio às preocupações sobre os rumos da economia, após ter registrado desaceleração no primeiro trimestre. Os temores também afetam o setor bancário, que vem demonstrando fragilidade nos últimos meses.

O índice Xangai Composto, o principal da China, terminou a sessão de hoje em queda de 1,00%, a 2.036,52 pontos, enquanto o Shenzhen Composto caiu 1,95%, a 1.036,72 pontos.

A série recente de propostas para ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês) também pesa sobre o mercado, já que os investidores se preocupam se haverá demanda para as vendas das ações, afirmam analistas.

A cautela com o futuro da segunda maior economia do mundo também determinou o revés da Bolsa de Hong Kong. O índice Hang Seng caiu 1,50%, fechando a 22.223,53 pontos.

Em Sydney, o índice australiano S&P/ASX 200 permaneceu fechado no último pregão da semana em função de feriado nacional. Com informações da Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.