Bolsas asiáticas encerram em queda; HK perde 1,4%

Temores sobre situação da dívida soberana da Europa persistem

Hélio Barboza, Ricardo Criez E Roberto Carlos dos Santos, Agência Estado,

25 de novembro de 2011 | 08h11

A maioria das bolsas da Ásia fechou no campo negativo. Os persistentes temores sobre a situação da dívida soberana da Europa voltaram a assombrar os investidores da região.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, onde o índice Hang Seng fechou em baixa de 1,4%, e terminou aos 17.689,48 pontos - na semana, o índice acumulou queda de 4,3%.

Na China, as Bolsas tiveram declínio. Com fraco volume de negociações, os investidores andaram de lado, à espera de mais informações de Pequim sobre a política econômica, após números que indicam redução da atividade industrial. O índice Xangai Composto caiu 0,7% e terminou aos 2.380,22 pontos - na semana, o índice acumulou queda de 1,5%. O índice Shenzhen Composto também recuou 0,7% e encerrou aos 1.019,69 pontos.

O yuan cai ante o dólar em linha com o recuo suave do euro, uma vez que as preocupações com o turbilhão das dívidas na zona do euro levaram os investidores a procurarem refúgio na moeda americana. O euro caiu para nova maior baixa em sete semanas ante o dólar na Ásia, uma vez que os investidores estiveram avessos aos riscos. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3750 yuans, de 6,3680 yuans ontem. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,3554 yuans, de 6,3570 yuans ontem.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul teve baixa de 1% e terminou aos 1.776,40 pontos, com pesadas vendas por parte de investidores estrangeiros, apesar das compras de barganhas por investidores domésticos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou em baixa, devido às vendas a descoberto por parte dos investidores estrangeiros. O índice Taiwan Weighted retrocedeu 1,16% e terminou aos 6.784,52 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, sofreu sua sexta queda consecutiva em meio à crescente preocupação com a zona do euro. O índice S&P/ASX 200 fechou em queda de 1,48% e terminou aos 3.984,30 pontos. A bolsa perdeu 9% nos últimos dez dias.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila fechou em alta, com os investidores caçando pechinchas. O índice PSE avançou 0,56% e terminou aos 4.261.59 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa, acompanhando a maioria dos mercados regionais. O índice Straits Times cedeu 1,2% e fechou aos 2.643,93 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 1,6% e fechou aos 3.637,19 pontos, com a redução da exposição dos fundos estrangeiros devido às preocupações com a Europa.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 0,96% e fechou aos 971,11 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 1,1% e fechou aos 1.431,55 pontos. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.