Bolsas asiáticas fecham em alta com dados da China

O otimismo com a economia chinesa e o anúncio recente de medidas de alívio para o mercado imobiliário do país ajudaram a sustentar ganhos em grande parte das bolsas da região da Ásia e do Pacífico. Entre os destaques, as ações em Hong Kong encerram em alta pela sétima sessão seguida, o que marcou a série de elevações mais longa desde outubro de 2012.

LUCAS HIRATA, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agência Estado

30 de julho de 2014 | 09h30

A melhora no sentimento sobre a economia da China levou muitos investidores para Hong Kong, a porta de entrada tradicional para estrangeiros que querem apostar na segunda maior economia do mundo. Impulsionado pelo setor imobiliário, o índice Hang Seng fechou em alta de 0,37%, aos 24.732,21 pontos.

Dentre os recentes passos tomados por governos locais para ajudar a venda de residências, a cidade de Hangzhou diminuiu restrições sobre a compra de moradias em alguns de seus distritos. O Escritório de Habitação de Hangzhou informou que compradores de casas em Xiaoshan e Yuhang, e pessoas em busca de moradias maiores do que 140 metros quadrados no distrito de Zhucheng não serão obrigadas a declarar a compra de residências anteriores. Regras mais antigas dificultam a aquisição de duas ou mais moradias.

Na China continental, no entanto, o índice Xangai Composto foi alvo de realização de lucros após ganhos recentes e perdeu 0,09%, a 2.181,24 pontos. O índice Shenzhen Composto subiu 0,42%, para 1.150,56 pontos.

A Bolsa de Sydney recebeu um impulso adicional da entrada de fluxo de capital, que saiu da Europa, devido a tensões geopolíticas com a Rússia, segundo operadores. Ontem, em uma demonstração de unidade do Ocidente contra Moscou, EUA e Europa anunciaram as mais fortes sanções já impostas ao país desde o fim da Guerra Fria, com medidas que fecham seus mercados de crédito a grandes bancos russos, proíbem a exportação de tecnologia para exploração não convencional de petróleo, suspendem a exportação de armas e punem empresas do setor de defesa. Com isso, o índice S&P/ASX 200 encerrou com ganho de 0,62%, aos 5.622,90 pontos.

Em Seul, o índice Kospi avançou 1,00%, para 2.082,61 pontos, com otimismo sobre o pacote de estímulo anunciado pela Coreia do Sul na semana passada.

Tudo o que sabemos sobre:
ÁSIABOLSAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.