Bolsas asiáticas fecham em direções divergentes

Os mercados aguardam os sinais que o banco central dos EUA emitirá por sua ata hoje

21 de agosto de 2013 | 06h40

Os mercados de ações asiáticos fecharam em direções divergentes, em meio a expectativa sobre os possíveis sinais que a ata da reunião de política monetária do Federal Reserve poderá revelar nesta quarta-feira.

O aumento das expectativas de que Federal Reserve dos EUA agirá no próximo mês para reduzir o programa de compras de bônus de US$ 85 bilhões mensais provocou uma onda de vendas globais nos mercados financeiros nesta semana, atingindo severamente os mercados emergentes da Ásia. As bolsas asiáticas estão entre os maiores beneficiários de políticas de dinheiro fácil do banco central.

"Este é um ponto de inflexão para a Ásia", disse o economista Duncan Woolridge, do UBS. "Os últimos cinco anos têm sido marcados pela exposição à história do crescimento da Ásia liderado pela dívida. Essa ideia provavelmente está chegando ao fim."

O índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, fechou em alta de 0,4% aos 5.100,0 pontos, após uma queda inicial para 5.069,5 durante a sessão. O índice Kospi perdeu 1,1% e atingiu o nível mais baixo em cinco semanas aos 1.867,46 pontos, marcando a quarta sessão consecutiva de baixa.

O índice Xangai Composto terminou em leve alta de 0,02%, aos 2.072,96 pontos, depois de recuar até 2.056,91 durante o pregão. O índice Shenzhen Composto subiu 0,5%, para 1.003,83 pontos.

As ações em Hong Kong caíram depois de um aumento maior do que o esperado dos preços no consumidor no mês passado. O índice Hang Seng recuou 152,56 pontos, ou 0,7%, para 21.817,73 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.