Bolsas asiáticas fecham em direções divergentes

Os mercados de ações da região da Ásia e do Pacífico fecharam em direções divergentes nesta sexta-feira, influenciados por fatores locais. Entre os destaques, a Bolsa de Sydney foi pressionada pela queda nos preços de minério de ferro, enquanto os papéis de empresas do setor imobiliário se recuperaram em Hong Kong.

AE, Agencia Estado

30 de maio de 2014 | 08h10

Os investidores também se mostraram ansiosos pela divulgação do índice de gerentes de compras (PMI) oficial do setor industrial da China, previsto para sábado à noite. Economistas consultados pelo Wall Street Journal preveem que o PMI subirá para 50,6 em maio, de 50,4 em abril.

Com isso, o índice Hang Seng, de Hong Kong, teve alta de 0,31%, a 23.081,65 pontos, com ganhos em papéis do setor de imóveis após quedas recentes. As ações da Sun Hung Kai Properties ganharam 1,44% e as da New World Development avançaram 1,95%.

Já as bolsas na China continental tiveram pouca variação no fechamento, em meio a preocupações sobre uma piora no mercado imobiliário e expectativas sobre uma amenização da política monetária para apoiar o crescimento econômico.

"Se o crescimento econômico [da China] se desacelerar mais ou se as condições do mercado imobiliário se deteriorarem, nós não descartamos a possibilidade de que o governo ficará mais agressivo em flexibilizar as políticas", disse o economista Fan Zhang, da CIMB.

O analista Li Wenhui, da Huatai Securities, ressalta que as expectativas sobre novas medidas de apoio econômico começaram a aumentar depois de comentários recentes dos líderes do país sobre "ajuste fino". "Contudo, não está claro o quão significativo será o relaxamento", afirmou.

O índice Xangai Composto perdeu 0,07%, para 2039,21 pontos, e o índice Shenzhen Composto teve alta de 0,30%, a 1053,75 pontos. Os mercado de ações da China permanecerão fechados na segunda-feira devido a um feriado.

Em Sydney, o índice S&P ASX/200 perdeu 0,49%, para 5492,5 pontos, pressionado por ações de mineradoras depois que os preços de minério de ferro atingiram a mínima em 20 meses. Os papéis da Fortescue Metals cederam 2,86%, enquanto os da BC Iron caíram 3,30%. As ações da BHP Billiton e da Rio Tinto caíram 1,28%.

A tendência de baixa também foi observada na Bolsa de Seul, onde o índice Kospi fechou em queda de 0,86%, a 1994,96 pontos, depois que o país registrou uma alta de 2,4% na produção industrial em abril, bem abaixo das expectativas. Com informações da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
ÁsiaBolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.