Bolsas asiáticas fecham em queda

As preocupações com economia global continuaram a direcionar a onda de vendas de ações nas bolsas asiáticas, levando a fechamentos em queda nesta terça-feira. O sentimento negativo dos mercados também foi influenciado pelos fortes recuos registrados em Wall Street na sessão anterior.

AE, Estadão Conteúdo

14 de outubro de 2014 | 08h17

Embora a economia norte-americana esteja ganhando força nos últimos meses, os investidores estão cada vez mais inseguros em relação à situação econômica na zona do euro, na China e no Japão. Entre os maiores temores está a possível recessão no bloco da moeda europeia e os impactos desse processo em outras praças.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng encerrou em queda de 0,41%, aos 23.047,97 pontos, e o índice filipino PSEi, de Manila, perdeu 0,32%, aos 6.946,06 pontos. O sul-coreano Kospi, de Seul, na contramão, conseguiu um leve ganho, de 0,11%, aos 1.929,25 pontos.

As ações da China fecharam pela terceira sessão consecutiva no negativo, apesar de novos sinais de uma maior flexibilização monetária no país. O Banco do Povo da China (PBoC) cortou a taxa de juros do contrato de recompra de 14 dias, um empréstimo de curto prazo para bancos comerciais, em 0,10 ponto porcentual, para 3,40%, nesta terça-feira. A medida ocorreu após o esforço feito em 18 de setembro para reduzir a taxa em 0,20 ponto porcentual, para 3,50%.

A iniciativa do PBoC ajudou a dar sustentação temporária para os índices acionários, mas não foi suficiente para manter um sentimento positivo. O Xangai Composto perdeu 0,28%, aos 2.359,47 pontos, e o Shenzhen Composto cedeu 0,28%, aos 1.345,64 pontos.

Na região do Pacífico, o índice S&P ASX 200, da Bolsa de Sydney, iniciou a sessão em queda mas passou a operar no território positivo ainda durante a manhã (horário local) e fechou em alta de 1%, aos 5.207,4 pontos. A elevação do preço do minério de ferro neste início de semana impulsionou o mercado de ações da Austrália nesta terça-feira. As ações da Rio Tinto subiram 4,08%, os papeis da BHP Billiton ganharam 2,61% e as ações da Fortescue avançaram 5,49%. Com informações da Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
ÁsiaBolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.